Casa de Odilon Nunes – Amarante

Casa de Odilon Nunes localizado em frente à Praça da Bandeira levam o visitante aos mais diferentes períodos históricos da sociedade piauiense. Fundado em 1941, o casarão era a antiga residência do Comendador Manoel Jacob Almendra, e também já foi sede do Governo Estadual. Em 1980, foi restaurado e tornou-se cenário para a cultura. Desde então, o Museu vem  ampliando seu acervo e mantendo o compromisso com a preservação do patrimônio histórico e cultural piauiense. Imóvel construído na última década do século XIX, pelo Capitão da Guarda Nacional Gil José Nunes, pai do historiador Odilon Nunes, que nasceu nessa casa em 1889.

Fundac

Fundac

Atualmente, depois de restaurada, a edificação abriga o Centro Cultural de Amarante, com museu, biblioteca e espaço para cursos e exposições.

Curiosidades

Em 1930, Odilon Nunes fundou no local o Ginásio Amarantino, que funcionou também em regime de internato.

Fundac

Fundac

Com um acervo com mais de 7 mil peças que contam a história de Teresina, a primeira capital planejada do Brasil, o Museu do Piauí Casa de Odilon Nunes é parada obrigatória para quem visita a cidade.

Atualmente, depois de restaurada, a edificação abriga o Centro Cultural de Amarante, com museu, biblioteca e espaço para cursos e exposições.

Ganha destaque no local, a enorme tela de Dom Pedro II, pintada pelo artista plástico catarinense Victor Meirelles de Lima, em 1875, que era bastante próximo da família imperial, e constantemente realizava retratos de seus integrantes.

Conhecendo Museus

Conhecendo Museus

FONTES: Fundac; Conhecendo Museus